Estômago english
  • apresentação
  • sinopse
  • roteiro
  • dialogos
  • direção
  • produção
  • equipe
  • elenco

A ESCOLHA DO ELENCO


Marcos Jorge é um diretor que gosta imensamente de trabalhar com atores e acredita que o centro absoluto de toda cena que funciona é o ator.

O processo de escolha e formação do elenco do Estômago foi lento e trabalhoso. A seleção de cada ator teve uma história e um percurso diferente.
Para o personagem da “Íria”, por exemplo, fizeram-se testes em São Paulo, Rio e Curitiba, testando mais de uma centena de atrizes, e a escolha final acabou sendo a estreante Fabiula Nascimento, que com seu talento e pela absoluta dedicação ao trabalho e à personagem, deu vida à uma Íria encantadora.
O nome do Babu Santana surgiu cedo, a partir do excelente trabalho dele no “Quase Dois Irmãos”, da Lúcia Murat, mas ele teve que competir, em testes e entrevistas, com atores extraordinários como o Flávio Bauraqui e o Leandro Firmino da Hora, só para citar dois exemplos.
Para o personagem do “Giovanni” inicialmente pensara-se desde o início num ator italiano, mas foi ficando claro que para que o filme funcionasse no Brasil precisávamos de um italiano que falasse um excelente português, e o Carlo Briani, com sua história pessoal em alguns pontos coincidente com a do personagem, tornou-se uma escolha evidente.
O próprio João Miguel, protagonista absoluto do filme, foi uma escolha delicada: o Nonato quase foi outro até o momento em que o diretor Marcos Jorge encontrou pessoalmente o João e percebeu que ele poderia dar ao personagem uma personalidade forte e rica.
A escolha do Paulo Miklos foi feita muito cedo. Enquanto ainda escrevia-se o roteiro, já pensou-se no Paulo para o papel do Etecetera, inclusive como uma pequena homenagem ao cinema brasileiro e ao Beto Brant como realizador emblemático da nova geração de cineastas. A participação especial do Jean Pierre Noher também tem um sentido de homenagem e, por que não, trás para o filme um dos principais atores argentinos da atualidade, o que visa aproximar o Estômago do público latino-americano.
Todos os demais atores que participam do filme, sem exceção, foram escolhidos em testes realizados em várias cidades brasileiras. Para a cela, por exemplo, escolheu-se o Alexander Sil, do Rio de Janeiro, e os demais atores foram selecionados em testes em Curitiba. O personagem do Zulmiro é feito por Zeca Cenovicz, um excelente ator de teatro que tem trabalhado com Marcos em seus filmes.

Escolher bem o elenco de um filme é meio caminho andado para o sucesso da fita, mas resta a outra metade do caminho a ser trilhada. No caso do “Estômago”, Marcos pessoalmente ensaiou com todos os atores, durante um mês inteiro, com a colaboração de João Miguel que, por estar em todas as cenas do filme, estava obviamente presente em todos os ensaios. Foi um período muito intenso, o momento em que realmente o filme tomou forma.
Os primeiros ensaios e improvisações aconteceram num teatro, mas a partir de determinado ponto os ensaios foram feitos nas próprias locações onde o filme seria rodado, e a movimentação criada pelos atores foi essencial na determinação da linguagem cinematográfica que seria adotada.